Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Dicas

Cuidados com a Pele

Mito

Hidratantes melhoram as rugas

Verdade

A função do hidratante é manter estável a quantidade de água da pele e não promover ações antienvelhecimento

Mito

Usar filtro solar todos os dias estraga a pele

Verdade

O uso de filtro solar, associado ou não ao hidratante, protege a pele dos raios ultravioleta. É preventivo contra envelhecimento e tumores de pele.

Mito

Os cremes usados à noite não deixam  a pele respirar

Verdade

A pele "respira" através dos vasos sanguíneos. O que podem atrapalhar essa irrigação são os cremes pesados que provocam obstrução dos óstios

Mito

Os ácidos mancham a pele

Verdade

Quando bem indicados e usados adequadamente, eles clareiam as manchas e melhoram  os sinais de envelhecimento da pele

Mito

Todo creme deve ser passado debaixo para cima

Verdade

Em geral a maneira correta é a higiênica. A camada fina de creme deve ser espalhada com suavidade sobre a pele limpa, sem movimentos bruscos e por igual. A direção do movimento somente vai importar se a intenção for massagear a pele.

Mito

Os produtos para limpar, tonificar e hidratar a pele tem de ser da mesma linha

Verdade

Produtos da mesma linha são mais adequados, pois tem os mesmos ingredientes básicos de perfume, conservantes, além de tratarem determinado tipo de pele em idades específicas. No caso de produtos manipulados ou receitados, sua linha poderá ser diferente porque o especialista fará as combinações adequadas.

Mito

Loções alcoólicas limpam melhor a pele, pois deixam o algodão escuro

Verdade

O álcool irrita a pele e tem efeito "rebote" de estimular a produção de óleo (sebo). Leites ou cremes de limpeza são melhores que loções e não causam esses efeitos indesejáveis

Mito

Sauna limpa a pele

Verdade

A sauna não deve ser considerada um tratamento para pele. A temperatura esquenta a cútis, os óstios se abrem e liberam as impurezas com mais eficiência; o que não significa limpeza de pele. Além disso, sauna não emagrece, apenas relaxa. Lembre-se de que não existe sauna melhor ou pior para determinada pessoa ou pele. Somente peles muito oleosas e sujas podem se beneficiar deste procedimento.

Mito

Cremes importados não são indicados para a pele dos brasileiros

Verdade

Esta afirmação é muito relativa e não tem a ver com a qualidade dos produtos importados. Sem dúvida, os cosméticos mais gordurosos são inadequados as peles oleosas, principalmente no verão. No entanto, produtos mais leves em forma de gel podem ser convenientes.

ACNE

Mito

Alguns alimentos provocam espinhas e cravos

Verdade

Alimentos como amendoim, chocolate, carne de porco não provocam espinhas isoladas muito menos acne. Muitos trabalhos científicos comprovaram que não existe relação direta entre o alimento ingerido e a produção do sebo pela glândula sebácea. Esta não funciona numa relação direta com a alimentação, ou seja, a gordura do chocolate, por exemplo, não vai diretamente para a pele. O fato dos alimentos gordurosos não causarem acne não significa que sejam saudáveis, pois aumentam o colesterol e facilitam a pressão alta e o infarto do miocárdio.

Mito

É preciso mexer nas espinhas para limpar a pele

Verdade

CUIDADO! Os cravos e principalmente as espinhas nunca devem ser espremidos pela própria pessoa, namorados, amigos ou parentes. Se isso acontecer, é possível que o local fique contaminado por unhas sujas e a pele traumatizada, levando a cicatrizes maiores. A limpeza de pele deve ser feita por pessoa especializadas e em local adequado

Mito

Masturbação piora a acne

Verdade

Masturbação não piora a acne. É o ato compulsivo de mexer nas espinhas sem parar que pode ter relação com problemas emocionais envolvendo a sexualidade. Manipulação exagerada deve ser avaliada pelo médico especialista

Mito

Sol melhora a pele

Verdade

O sol tem efeito antiinflamatório e melhora  a acne ligeiramente. Porém, quando o sol é exagerado a acne piora, pois a pele queimada fica mais grossa e facilita o entupimento dos óstios

Mito

Produtos com álcool são mais fortes e limpam melhor a pele com acne

Verdade

A pele acneica deve ser limpa com produtos suaves muito álcool. Embora uma sensação imediata de frescor e limpeza, as loções com álcool provocam em segundos um efeito "rebote" aumentando ainda mais a quantidade de óleo na pele. Além disso, é irritante e elimina as defesas naturais da pele.

Mito

A acne é doença contagiosa

Verdade

Não, acne é não é uma doença contagiosa.Acontece na puberdade por tendência hereditária e também por medicamento, doenças, cosméticos, como vimos anteriormente

Mito

Os derivados da vitamina A causam impotência sexual

Verdade

Apesar de provocar efeitos colaterais, a isotretinoína (um derivado da vitamina A usado no tratamento da acne) não causa impotência. Mas, lembre-se: os remédios sempre devem ser indicados pelo médico.

CÂNCER DE PELE

Mito

Quem tem muitas sardas fica mais vulnerável ao câncer de pele.

Verdade

Sardas não são pintas e nem agrupamento de células. Sardas significam somente aumento da quantidade de melanina na pele, portanto não são perigosas, nunca se transformam em pintas e não são cancerígenas.

Mito

É melhor deixar as pintas onde estão

Verdade

Se a pinta for um câncer, o único tratamento adequado é retirá-lo totalmente, sem que fique qualquer resquício de célula cancerosa nas margens da lesão. Se a pinta maligna permanecer, ai sim as células cancerosas se espalham para outras partes do corpo.

Mito

Bronzeamento é uma prática saudável

Verdade

Nossa cultura determinou que a cor bronzeada é sinônimo de saúde. Escurecer a pele com o sol é sempre prejudicial, provoca envelhecimento precoce e câncer de pele

Mito

Filtro solar com alta proteção contém substâncias cancerígenas

Verdade

Filtro solar tem composição química adequada à pele, absorve a luz transformando-a em calor

Mito

Minha mãe tem câncer de pele, sinal de que também terei

Verdade

Essa regra não é absoluta, embora estatísticas mostrem a influência hereditária na doença

Mito

Mulatos e negros não precisam usar filtro solar, pois não se queimam

Verdade

Quanto mais escura a pele de uma pessoa, mais melanina e mais protegida em relação ao sol ela está. No entanto, essa proteção ainda é parcial. Os mulatos e os negros também podem se queimar e, portanto, precisam usar filtro solar

Mito

Quando estou bronzeado, já estou protegido e não preciso mais usar filtro solar

Verdade

Bronzeamento prévio promove pequena proteção, em torno de 4; o que não é suficiente para evitar queimaduras e outros danos à pele em caso de nova exposição ao sol.

Mito

Na praia ou na piscina,  a solução é ficar embaixo do guarda-sol

Verdade

Não adianta, a radiação nos atinge de todos os lados. ela bate água, areia, neve ou cimento e incide novamente em nossa pele. Se estivermos ao ar livre, estamos tomando sol. O uso de filtro solar é sempre "obrigatório"

Mito

Não é necessário passar filtro solar em dias nublados

Verdade

O uso de filtro solar é também recomendado nestas circunstâncias. A luz atravessa a camada das nuvens atingindo e agredindo a pele. É uma típica situação traiçoeira, pois as pessoas não sentem o sol, não ficam preocupadas e podem permanecer muito tempo sem proteção.

DOENÇAS INFECCIOSAS

Mito

O herpes é febre interna

Verdade

O herpes é uma doença contagiosa - por contato pessoal - que pode ficar encubado no indivíduo. O surto sempre ocorre associado a qualquer fator de queda de resistência, como uma febre causada por infecção

Mito

Tenho herpes quando me alimento de abacaxi ou alimentos ácidos

Verdade

O surto do herpes não ocorre por causa do tipo de alimento ingerido. Porém, se a acidez excessiva irritar a pele ou mucosa e, assim, baixar a resistência do organismo da pessoa, isso pode predispor ao aparecimento do vírus.

Mito

Descamação no pé ou na mão é sinal  de aumento de ácido úrico no organismo

Verdade

O aumento do ácido úrico esta associado a uma doença chamada "gota" e a outras alterações clínicas que nunca promovem descamação nas mãos e nos pés. Este quadro pode significar micose, mas nunca ácido úrico.

Mito

Manchas brancas na pele é doença de praia

Verdade

Não é só na praia que se pega pitiríase versicolor, que causa manchas brancas na pele. Esta micose é transmitida especialmente em lugares quentes e úmidos, porém algumas pessoas tem mais predisposição que outras

Mito

Micose de unha se pega na manicure

Verdade

É possível ocorrer esta associação, especialmente se houver trauma local com ferimento e deslocamento da unha. No entanto, mesmo nestes casos, só adquirem onicomicose os indivíduos que tem predisposição

Mito

Verrugas saram com simpatia

Verdade

As verrugas podem desaparecer espontaneamente, porque o próprio organismo mobiliza recursos para eliminá-la. A cura por simpatias não é reconhecida cientificamente

ALERGIA

Mito

A alergia se pega em qualquer lugar

Verdade

Alergia nunca se pega, não é transmissível. Alergia depende de predisposição individual e do contato com a substância alergisante

Mito

Tenho alergia a tudo

Verdade

A pessoa pode apresentar alergia a algumas substâncias, porém ser alérgico a tudo é muito raro. A pessoa pode ser sensível a não alérgica, apresentando irritações e sensibilidades gerais

Mito

Usar produtos naturais não provoca alergia

Verdade

Qualquer substância, tanto extraída da natureza como sintética, pode causar alergia

Mito

A pele nunca reage a produtos com os quais esta acostumada

Verdade

Mentira. Qualquer produto a qualquer momento pode causar alergia. Um pedreiro, por exemplo, pode sensibilizar-se ao cimento depois de passados dez anos de profissão

TRANSPIRAÇÃO

Mito

O negro tem cheiro mais forte por falta de higiene

Verdade

Esta afirmação é falsa, preconceituosa e racista. A questão é bem diferente. A verdade é que variações raciais influenciam, sim, a quantidade de suor produzido pelo organismo. O tipo e quantidade de pelos nas axilas também interferem no cheiro do indivíduo

Mito

Tomar um bom banho já é o suficiente para eliminar o odor da transpiração

Verdade

Banho não impede a produção de suor, banho limpa a pele. Depois de algum tempo, o cheiro de suor retorna na proporção dos estímulos apresentados ao corpo: uso de roupas sintéticas, prática de atividade física, temperatura do ambiente, características hormonais da pessoa, etc.

Mito

Perigoso é pegar o mau cheiro de outra pessoa

Verdade

Cheiro não é contagioso. O cheiro de outra pessoa pode por alguns momentos impregnar a pele daquele que usou, por exemplo, uma camiseta muito perfumada ou fética do colega. Nada que um bom banho não resolva.

Mito

Crianças também precisam usar desodorante

Verdade

As crianças não produzem quantidade de suor suficiente para ter cheiro desagradável. É na adolescência que o uso de desodorante se faz necessário, fase em que o suor passa a ter características mais fortes, ainda intensificadas pela influência hormonal própria da puberdade

Mito

O desodorante em geral são prejudiciais à pele. É melhor usar produtos mais naturais, como talco ou bicarbonato de sódio

Verdade

Cada pessoa - dependendo da raça, idade, local de trabalho ou atividade, roupas etc. - deve escolher o desodorante que mais lhe convém. Deve-se lembrar que desodorantes de boas marcas são feitos com produtos adequados para  não irritar a pele. É bom reforçar que receitas caseiras e produtos "naturais" não devem ser usados como desodorantes, pois podem causar efeitos imprevisíveis

Mito

Tem chulé quem não lava pé

Verdade

A falta de higiene pode piorar o cheiro dos pés, mas não é a explicação única para o problema. O uso continuado de tênis, calçados de borracha, meias sintéticas e muito escuras também favorecem o chulé. As micoses de pé e unha, assim como as descamações na pele, aumentam igualmente o mau cheiro nos pés. Lembre-se, no entanto, que na adolescência o cheiro pode ser mais forte por influência hormonal

Mito

Desodorante em creme são os melhores

Verdade

Nem sempre, pois em certos casos o creme pode ser pesado e ajudar a obstruir os poros causando espinhas e caroços nas axilas. Mas, sem dúvida, os menos agressivos à pele são os desodorizantes e em forma de creme

EMOÇÕES DA PELE

Mito

Vitiligo é transmissível por contato físico

Verdade

Não, o vitiligo não é contagioso. Pode-se encostar sem medo numa pessoa que tenha esta dermatose

Mito

Banhos de sol pioram o vitiligo

Verdade

Embora, no caso do vitiligo, a pele não apresente pigmentação e seja mais sensível, a luz do sol não piora o quadro. Ao contrário, banhos de sol são usados como tratamento por estimular a produção de melanina na pele

Mito

Do vitiligo para o câncer de pele é um pulinho

Verdade

Estatisticamente não há uma relação direta entre duas doenças. Pacientes com vitiligo não tem mais câncer de pele do que outras pessoas

Mito

Psoríase não tem cura

Verdade

Certas pessoas parecem ter uma tendência individual - genética e emocional - para a psoríase, e isto dificulta curá-la definitivamente. Ainda assim, sob a luz de novas pesquisas e medicações mais eficientes, é possível controlar a doença e manter a pessoa sem as desagradáveis lesões de pele

Mito

Psoríase é doença contagiosa

Verdade

Não, psoríase não é contagioso. A pessoa afetada não compromete nenhum outro indivíduo que dela se aproxime. Por serem descamativas e inflamadas, as lesões da pele causam má impressão, mas jamais carregam consigo agentes contaminantes.

 

 

 

 

 

 

 

 



 

 

 

 

voltar

 

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados