Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia
Dermatologista - Clínica Denise Steiner - Dermatologia

:: Dermatologia Clínica

Acne - Novos recursos terapêuticos

A acne acontece porque as glândulas sebáceas produzem muito sebo entopem os folículos e iniciam um processo de inflamação e infecção.
Fatores determinantes no aparecimento da acne:
1- Tendência genética
Quem tem pai ou mãe com muita acne deve ficar muito atenta.

2- Época de puberdade e adolescência
Neste caso os hormônios androgênicos começam a ser produzidos e estimulam a produção da glândula sebácea.

3- Alimentos com muito açúcar e industrializados
Muito açúcar eleva o nível de insulina provocando um grau de resistência a mesma e indiretamente produzindo excesso de hormônio feminino.

4- Estresse
No estresse contínuo o cortisol permanece alto e favorece o aumento dos hormônios androgênicos.

5- Cremes e produtos muito oleosos e oclusivos.
Minancora, hypoglos podem favorecer o envelhecimento.

6- Suplementos com anabolizantes.
Eles podem aumentar o nível de hormônios masculinos.

7- Excesso de vitamina B
Pode causar aparecimento de espinhas.
8- Medicamento como antidepressivos e certos antiinflamatórios podem piorar as espinhas.

A acne é tratada com antibióticos e queratolíticos.
A escolha do tratamento vai depender da extensão e intensidade da infecção.
Há alguns anos temos a Isotretinoína que é o primeiro medicamento que pode acabar com a acne pois 85% dos pacientes podem ser curados após 1 ciclo de Isotretinoína.
Esta medicação cujo nome comercial mais conhecido é Roacutan,deve ser receitado pelo médico pois são necessários exames de sangue e também no caso das mulheres cuidados com a gravidez.

Terapia Fotodinâmica
Hoje uma nova era possibilita outras opções para curar o paciente com acne.
Isto é muito interessante e favorece o tratamento de pessoas que não podem tomar Isotretinoína por via oral.
Neste caso usamos um produto fotosensibilizante na pele e deixamos por volta de uma hora.
Este produto penetra na pele,e identifica-se com a glândula sebácea. Na interação da glândula sebácea com este medicamento, formam-se porfírinas que são como luzinhas que iluminam a glândula sebácea.
Em seguida é utilizada uma luz que reconhece estas luzinhas como laser, luz intensa pulsada ou luzes vermelhas e azuis.
A energia emitida pela luz agride as glândulas sebáceas provocando a destruição das mesmas.
O processo dura cerca de 2 horas sendo 1 hora para permanecer com o produto e 1 hora para aplicar a luz.
A pele fica dolorida e avermelhada, por 24 horas após o procedimento.
Isto ocorre porque o produto fotosensibilizante deixa a pele sensível por cerca de 24 horas, período no qual o rigor com a proteção ao sol deve ser total.
Após a aplicação a pele pode descamar durante 2 dias.
As lesões mais inflamadas (pústulas secam e desaparecem).
São necessárias entre 4- 6 sessões para um tratamento completo com intervalo de 15 a 30 dias entre uma e outra.
A textura e eventual flacidez da pele assim como vasos superficiais e manchas também podem melhorar.
Trata-se de um recurso inovador além de seguro e eficaz.
 

 

 

voltar

2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados
2004 © - Dermatologia - Dra. Denise Steiner - Dermatologista - Todos os direitos reservados